O assunto da polêmica de hoje é 'Escritores x Youtubers na Bienal', peço que antes de qualquer comentário e julgamento do po...

52 Comments

O assunto da polêmica de hoje é 'Escritores x Youtubers na Bienal', peço que antes de qualquer comentário e julgamento do post de hoje, que vocês leiam até o final e aí sim deem a opinião de vocês, com respeito é claro!
Dito isto, vamos lá...

Não é de hoje que leio muitas críticas a respeito, não é de hoje que tem muitos autores tacando as pedras no coleguinha por ele estar 'roubando' o espaço que de direito é dele, não é de hoje que vejo fãs se digladiando para defender seus favoritos e não é de hoje que muitos querem que nós leitores 'escolham um lado'...

Nessa polêmica há dois pontos importantes que merecem ser colocados em pauta, são 'dois lados' e eu como blogueira literária sei muito bem ter empatia pelos dois, já que de certa forma tenho contato com ambas as partes, acompanho muito a escritores e youtubers e sei bem das dificuldades de cada um!

Vamos lá... Sobre o 'lado' do escritor o que mais vejo são escritores revoltados porque as pessoas preferem pagar 'caro' num livro de youtuber, mesmo sendo uma biografia com fatos engraçados da vida, os escritores apontam que os livros tem um conteúdo 'pobre', simplista e ficam revoltados por verem que livros assim se destacam! (Venho observando isso nas minhas redes sociais e nos grupos literários dos quais participo). A revolta da vez está em os youtubers estarem participando da Bienal e estarem para 'roubar' as luzes dos holofotes que não lhes pertencem, os escritores estão chateados, pois já preveem que a maior parte da concentração do público será nos stands de youtubers e eles escritores a quem os leitores deveriam se voltar estarão por lá com um público menor, 'por ser nacional, por ainda não ter um livro best-seller e afins.


Muitos escritores inclusive afirmam que um youtuber não sabe como é pagar cursos de escrita criativa, investir em uma boa ortografia, dizem que o youtuber não sabe como é se dedicar ao árduo trabalho de criar mundos, de se esforçar para depois de tudo quem sabe conseguir atrair leitores. Enquanto, os youtubers podem falar 'qualquer coisa' de suas vidas que todo mundo vai querer ler!

O que eu penso sobre esse primeiro lado?! Correto... Até certo ponto, seu direito acaba quando o do outro começa não é mesmo?
Ok... Mas que eu saiba a maioria dos autores não publicou mesmo um livro da noite para o dia, investiu tempo, dinheiro e que eu saiba costumaram manter um emprego inicial até se sentir seguro para viver da escrita, ou seja... Não era só escritor, tinha outra função também!
*Não são todos os escritores que pensam assim e eu sei disso.

Agora vamos ver como o youtuber 'não se esforça' para ter sucesso no meio literário? Viver de conteúdo para internet é extremamente difícil e estressante, para viver do 'YouTube' é ainda mais difícil, vocês acreditam?! Ah não? Então vamos lá...

Você cria um canal e do nada tu ganha 1 milhão de inscritos?? Não mesmo! Para vc ter um canal de sucesso você precisa falar sobre algo que as pessoas querem saber, tem que ser espontâneo em frente a câmeras, lutar muito para conseguir silêncio na sua casa quando for gravar, torcer para que o vizinho não brigue ou chegue em casa buzinando quando vc estiver ali trabalhando, mas isso não é o bastante... Para ser um Youtuber bom vc precisa gravar bem, investir muito com câmera, iluminação, microfone, mídias sociais e edição (pasmem... mas uma câmera usada profissional está pelo menos 1.000), precisa investir horas para gravar, investir horas e mais horas para editar o vídeo, precisa investir mais uma hora pra fazer a capa do vídeo, depois não pode simplesmente sentar e esperar que o público ae interesse não...

Você tem que sair divulgando em pelo menos 20 grupos no face, mais 30 grupos no Google Plus e sair sendo a loka da divulgação na tuas redes sociais e com isso tu ganha o que?! 1.000 views?! Sabe de nada inocente! Isso no máximo gera uns 400 views... Então imagina o que é necessário fazer e a dedicação que você precisa para conseguir ser um sucesso lá?! Pois é, ou seja para fazer sucesso no YouTube não é assim não... Se ter 1.000 inscritos não é fácil, imagina conseguir 1 milhão de pessoas te acompanhando??

Agora sim, apresentei os dois lados, então vamos a opinião total disso tudo... Escritor vamos compreender umas coisas?! Todo mundo tem o direito de querer publicar sua história, no mundo literário há espaço pra todos, ninguém rouba seu espaço se ele realmente for teu, o leitor não é SÓ SEU, não vamos ser ciumentos possessivos ok?! Vc se esforça muito? É verdade eu sei, e é justamente por isso que um dia também fará sucesso com os leitores que admiram o SEU trabalho, o youtuber que vai na bienal com o livro dele TAMBÉM É ESCRITOR aceita que dói menos, assim como vc pode ser administrador por exemplo e estar lá como escritor para atender seus leitores, o Youtuber não vendeu o livro dele sem esforço algum! Ele teve que passar horas editando vídeos, atendendo seus fãs e investindo no canal, então o reconhecimento dele e do livro de autobiografia vem desse sucesso que ele conquistou se dedicando ao YouTube, vem do esforço em criar conteúdo, vem do esforço e criatividade em se renovar a cada vídeo e criar novos cenários para que fosse reconhecido! O Youtuber conquistou fãs de seu trabalho e da pessoa dele que querem saber mais sobre ele e por isso compram o livro. Tem Youtuber que dá close errado e publica um livro disseminando preconceitos e humilhando algumas pessoas que passaram pela vida dele?! SIM, mas não são todos então respeite eles e também o direito de escolha de leitura de cada pessoa. Tem escritor que não tem nada contra youtubers publicando livros? SIM, então YT respeitem os autores também. Vamos nos dedicar ao nosso trabalho, não fique falando que alguém faz sucesso sem fazer esforço porque isso não existe ok?! Nesse mundo nada se consegue de graça, seja bem vindo ao capitalismo e a conquista através do trabalho e dedicação!

Nesse mundo literário há espaço para todos, lute por seu sucesso e não deixe que o orgulho e a falta de empatia lhe suba a cabeça!

LEIAM A MATÉRIA COMPLETA E SE NÃO NEM COMENTEM PORQUE VAI DAR CLOSE ERRADO!

E vocês o que pensam sobre esse assunto polêmico?? Deixem a opinião de vocês!


Você pode gostar

Comentários
52 Comentários

52 comentários:

  1. Nossa Elô, finalmente um texto racional sobre esse tema! Eu já li de tudo nessa internet. Tem gente que menospreza mesmo os youtubers como se fossem as piores pessoas do mundo (e não é só escritor que faz isso não, são os leitores cultos diferentões que nunca leram um Machado de Assis mas se sentem donos da literatura brasileira).
    Temos que aprender a conhecer para poder falar, mas na internet em geral, acontece exatamente o inverso, a pessoa fala, critica, sem nem conhecer. Da mesma forma que tem muiiito escritor famoso de péssimo conteúdo, também tem youtubers famoso de péssimo conteúdo mesmo. Mas isso é o óbvio, tem gente boa e ruim em tudo quanto é lugar.
    Ai já falei demais, mas é que esse assunto realmente mexe com a gente. Adorei seu texto, vou compartilhar, inclusive! As pessoas precisam aprender a se respeitar mesmo.
    Parabéns pelo texto!
    Beijos!
    Tamara
    Blog Tamaravilhosamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Tami
      Exatamente assim... Tem conteúdo e profissional ruim em qualquer área, assim como tem os excelentes profissionais (amém por isso!) e temos de aprender a respeita.
      Chega de preconceitos e ataques, vamos valorizar cada profissão, pois todas são importantes, vamos espalhar respeito e acolhimento, pois de ódio o mundo já está lotado!
      Que bom é poder ler seu comentário.. MUITO OBRIGADA!
      Bjoos

      Excluir
  2. Oi Eloisa. Que matéria polêmica hein. Concordo com a sua visão sobre o assunto, existe espaço para todos. Espaço para escritored e youtubers, o que eu vejo é que estão generalizando. Dizer que A é melhor que B e B é melhor que A não leva a lugar algum. Existem porcarias de ambas as partes, mas também existe coisa boa de ambas as partes. Tem de haver respeito de ambas as partes. Não se pode generalizar jamais, isso é um grande equívoco e muita ignorancia. Que a bienal seja um sucesso para todos, afinal se a pessoa se esforçar, se dedicar, mostre o seu talento que cedo ou tarde o reconhecimento virá. Forte abraço Eloisa!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Luciano,
      Aqui a polêmica reina aksopaksopkaos
      Também vejo desta forma, as pessoas generalizam demais, são egoístas, querem exclusividade e acabam menosprezando aos demais, mas não deve ser assim, quando perdemos o respeito é sinal que não sobrou mais nada em nós...
      Que a Bienal seja um sucesso para todos, que o respeito impere e que esses mimimi cessem!
      Abraçoos

      Excluir
  3. Oláá
    Adoro assuntos polêmicos hahaha
    Gostei muito dos pontos de vista que você colocou.
    Eu também vejo pontos positivos e negativos nos dois lados.
    A gente sabe quede fato, os lançamentos desse livros são produtos MUITO comerciais, mas, que por outro lado estão incentivando muitas pessoas a iniciarem no mundo da leitura. E não há nada de mais gratificante do que ver mais gente lendo né?! haha

    Um beijo!
    Paloma
    surewehaveablog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá
      Então tu vai amar muito ainda os posts do quadro, pois polêmica é comigo mesmo hahhahaha
      Concordo total contigo, os livros são bem comerciais, mas isso vem incentivando muitas pessoas a irem a livrarias, a Bienal e começarem a ler... Eu mesma comecei com Crepúsculo que na época era o mais comercial dos livros e olha como estou hoje?! Não vejo problema algum nisso, nem em qualquer gênero, precisamos respeitar e 'que se literariem'! hahha
      Bjoos

      Excluir
  4. Eu concordo que existe espaço para todos e que não é fácil para nenhum dos lados. Sou jornalista e escritora e a minha crítica não é no sentido de que youtuber não possa escrever ou não tenha a capacidade para. Acredito que tem livros escritos por youtubers (Jout Jout é um excelente exemplo) que realmente são bons e valem a leitura. A minha critica como autora é no sentido do mercado editorial que não da oportunidades para os autores nacionais e "caçam" youtubers porque não terão que investir muito em propaganda. Não são os youtubers que estão tirando espaço dos escritores, é o próprio mercado editorial que faz isso.

    Gostei das suas colocações.
    Abraços
    Luísa Aranha
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Luísa
      EXATAMENTE!!!!!!!!!
      Esse é o ponto, o mercado editorial sempre buscou livros que vendem fácil, por isso a maioria das livros publicados são estrangeiros que apenas são traduzidos e agora dos youtubers, ou seja, é tosco os escritores fazerem indiretas nas redes ou ficarem irritados com Youtubers por eles resolverem expor suas histórias, mas os autores deveriam se unir pela luta a valorização da literatura nacional, por um mercado editorial mais justo, por mais oportunidades nas editoras, por editoras que foquem mais na cultura nacional, pois esse sim é o ponto X da questão!
      Abraçoos

      Excluir
  5. Sinceramente eu também tenho visto na minha TL esses discursos e compreendo o lado do escritor, eu também escrevo e o pior escrevo poesias onde o grupo é ainda mais seleto, compreendo a revolta mas pra mim isso não leva a nada. Escrevia antes do meu blog, depois passei a ter o meu blog e iniciei recentemente o meu canal, aliás comecei a postar vídeos porque já tinha o canal bem antes. Eu acompanho poucos youtubers então de todos que lançaram livros, porque foi uma febre de livros, acho que só compraria de dois um porque acho que vou rir muito e outro porque é uma leitura mais próxima de mim.
    Um livro do escritor você compra se gosta do que ele escreve, já os livros dos youtubers eu acho que vai comprar se você gosta do youtuber é óbvio que você vai querer ler o livro dele, é como um livro de uma pessoa que admiro, ou de um ídolo, a não ser que o yputuber tenha uma relação com a escrita que tem sim no meio, youtuber que escreve e muito bem, é um dos livros que quero o da karol, linda e maravilhosa. Eu não desmereço o trabalho do youtuber e nem do escritor, mas só irei comprar o livro que me interessar, o público é diferente mas há espaço pra todos.
    Desculpe se fui extensa demais ou não fui muito clara. Mas adorei teu post viu! Muito bem escrito! bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Ciana
      Exatamente isso, também penso assim, tem lugar para ambos e convenhamos o público é outro e se admiramos o trabalho de alguém é claro que vamos gostar de saber mais e estar mais próxima a pessoa, não tem porque todo esse alvoroço por isso...
      Espero que esses posts nas redes acabem, pq não há motivos!!!
      Entendi o que quis dizer e obrigada por opinar!
      Bjoos

      Excluir
  6. Nossa, deu até vontade de fazer um post sobre isso também. Acho uma discussão muito bacana, mas que infelizmente "agita" as pessoas e algumas partes para a ofensa.
    Vamos lá... Acho livros de youtubers algo muito válido. Talvez seus fãs não sejam leitores ainda e adquiram o hábito com aquele livro. Será que uma pessoa que não lê vai arriscar pagar 30 reais em um livro com 400 páginas sobre algo que ela nunca ouviu falar? Ou ela vai preferir comprar um menorzinho de umas 200 páginas de um ídolo da internet que ela já conhece e acompanha esperando um conteúdo similar ao dos vídeos, que ela já gosta? Um puxa o outro e aí o hábito de ler já não é visto como chato. Talvez ela se arrisque em outros e outros e outros e pronto, tá ali um leitor assíduo.
    Também vejo o outro lado: acho que criar histórias, personagens, fechar pontas é algo muito mais difícil que falar sobre sua vida. Ok, youtubers trabalham muito sim, mas em seus canais. Imagino que eu seja muito mais capaz de falar sobre a minha vida, do que inventar alguma coisa, então em grau de dificuldade CRIATIVA, acho que outros autores saem "ganhando". Fora que nesse lado do youtuber, acredito que seja muito mais comum a prática de ghostwriters...

    Concordo que haja espaço pra todo mundo. Você ler o livro da Kéfera não te impede de ler outros. E se um autor acha que vai ter menos "atenção" na Bienal e está preocupado com isso, alguma coisa errada ele está fazendo. Não creio que fãs vão abandoná-lo por lá. Cadê a segurança? hahaha.


    Adoreiiii seu post. Traga mais polêmicas assim :D

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá
      Realmente é assim, cm eu falei em outra polêmica eu comecei a ler mesmo pra valer a partir de crepúsculo, que na época era um record cm está sendo os livros de yt então acredito que isso venha a agregar... Eu tbm entendo que falar sobre a sua própria vida seja mais fácil, mas foi difícil demais até ter um publico que quisesse saber, sendo assim reconheço ambos os trabalhos e queria apenas mais respeito!
      E cm vc falou... um não rouba leitor do outro, então não tem porque ficar indignado e sair postando textão e agredindo a imagem de ninguém!
      Eu por exemplo não gostei do livro da Kéfera, gastei de algumas partes do livro do Cristian, mas qr muito ler o livro da Fabiola Bertotti e da Priscila Alcântara que tem um público voltado ao gospel, bem diferente da maioria dos livros de yt... E eu poderia ao invés de buscar outros livros q me interessa-se sair por ai dizendoo que todo livro de yt é sem conteúdo, já tive experiências bem ruins nos primeiros contatos com livros nacionais e tbm não parei por ai e generalizei, simplesmente porque reconheço que nada agrada a todos e que em todas as áreas sempre tem aquele profissional com o qual nos identificamos e aquele que não... Por isso fiz o post, porque acho que as pessoas já estão confundindo as coisas!

      Excluir
  7. por mais que muitos dizem "livros de yt não tem conteúdo" o importante é a leitura, de eles incentivar seus seguidores a ler
    eu acredito que muitos seguidores de cada um vão se interessar na leitura depois de ler um livro de yt e passar a ler muitos por ai

    ResponderExcluir
  8. oi, Elo, tema polêmico hein?! Rsrsr Bem, eu não diria que eu tenho um lado, mas concordo em parte com os escritores, pelo fato de muitos desses youtubers nem ser quem escreveu o próprio livro. Eu entendo um pouco a revolta ou o ciúmes(?) dos escritores para com os youtubers, afinal eles já são conhecidos o que lhes dá uma vantagem em cima da maioria dos nossos autores nacionais. Mas aí tem a questão de o leitor comprar o que quer, ler o que quer e o que acha interessante. Eu não acho que tem essa de o espaço é meu sabe, acho que o espaço se conquista, nesse ponto acho mesmo que os escritores estão errados. O problema é que infelizmente as editoras tem lançado muitos livros de youtubers por renderem a eles muito dinheiro. Eu realmente acho que muitos autores tem livros bem melhores que o da Kéfera por exemplo, mas como eu disse antes, a gente ler o que gosta e o que quer. Sobre a Bienal, realmente, as pessoas ficarão empolgadas com seus youtubers queridos, mas não acredito que deixarão de dar valor a seus escritores queridos também. Enfim, falei, falei, e não defini um lado, porque não tenho um, talvez, eu esteja mais para os escritores, mas não acho que os youtubers estão roubando o espaço. Contudo eu adoraria que nossos escritores nacionais ficassem mais em evidência.

    Beijinho, Elo.

    miaestanteliteraria.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, concordo com vc!
      Não acho que ninguém rouba o espaço de ninguém, acredito que existe gostos e pronto...
      Também penso que tem livros nacionais melhores do que alguns livros de t, mas esse é um gosto MEU então se outro quer ler o livro do yt então que seja!
      O mercado editorial quer o que vende e isso é fato, então ao invés de ficar de implicância cm os yt por serem bem aceitos deveríamos lutar pela valorização dos livros nacionais, porque é isso que falta... (Minha opinião é claro kasopkaos)
      Obrigada por opinar!
      Bjoos

      Excluir
  9. Nossa, demorei muito pra absorver tudo o que você quis dizer Elô, e bom, minha opinião sobre o assunto já estava formada antes de você vir com o texto, mas acho que sempre os dois lados estão certos e errados ao mesmo tempo. Em parte nenhum tem mais razão que outro sobre o assunto. Os youtubers tem todo o direito de escrever uma biografia ou uma estória que querem passar para seus fãs. Os escritores, tem o direito de ficar chateados, de serem excluídos/deixados "pra trás" em uma bienal, pois acham que um youtuber vai vender mais e por isso ele é chamado pra ir lá. Mas os escritores devem perceber, que os youtubers estão fazendo com que alguns de seus fãs que talvez não gostassem de ler, comecem por causo de seus ídolos, e seus livros podem até ser lidos por pessoas que começaram a ler por youtubers. E os Youtubers também não tem culpa de serem chamados pra ir na bienal se eles tem um livro lançado. Sinceramente não tenho interesse em ler o livro de nenhum youtuber, além da Zoella, que não é uma biografia, mas se alguém quer ler, a pessoa tem todo o direito!
    http://www.horadaleituraa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chegamos ao mesmo ponto Ju!
      Concordo total contigo, seu comentário resumiu bem o que penso...
      È exatamente isso, espero que o respeito volte e que ambos, tanto os fãs cm os escritores parem de digladiarem e comecem a respeitar o trabalho de cada um!
      Bjoos

      Excluir
  10. Oi Eloísa!

    Que texto bacana, com todos os lados da questão! Eu acho super desnecessário essa briga, tem espaço pra tudo mundo, eu não leio youtubers porque geralmente o assunto não me interessa, mas se me interessasse eu leria numa boa rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olaá
      Exatamente!
      Eu já li livros de Yt e não gostei muito, mas isso não me faz generalizar ou então sair falando mal da profissão deles, acredito que o respeito deve estar presente sempre!
      Bjoos

      Excluir
  11. Super concordo com você, Elo. Ontem mesmo vi um post em um grupo do face que participo, e em alguns casos as opiniões estão divididas, mas na grande maioria só encontramos pessoa que estão dispostos a criticar. Acho que ninguém rouba o lugar de ninguém, temos espaços para todos, e quanto mais autores melhor fica. Gostei muito do seu post, Elo, já tinha pensado em fazer um no blog, mas prefiro não me envolver em polêmicas rs Apoio o seu ponto de vista, concordo com você, assino em baixo. Acho que já chega desses mimimi. ótimo, post.
    Beijos.
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Emi,
      Sim, infelizmente tem muitas pessoas que criticam apenas para ver o circo pegar fogo e é horrível pq isso não leva a lugar algum.
      E realmente ninguém rouba o ligar de ninguém, cada um conquista seu espaço e pronto!
      Obrigada por ler e opinar! <3
      Bjoos

      Excluir
  12. Eu realmente acho uma polêmica desnecessária. Hoje em dia os youtubers são muito importantes, e os escritores também. Não dá pra tomar partido de um ou de outro. Gostei do seu ponto de vista imparcial. Acho que esse pessoal gosta de confusão, e por isso tanta polêmica desnecessária.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Jéssica,
      Exatamente, ambos são importantes e não tem porque ficarem discutindo, só deveriam focar em arrasar na bienal e focar cada um no seu livro!
      Obrigadaaa
      Bjoos

      Excluir
  13. Nossa, era realmente o que eu precisava ler sobre esse assunto Elo! Acho que tudo tem os dois lados da moeda! E tudo é conquistado com esforço, carisma e outras qualidades... Todos merecem atenção e reconhecimento mesmo que para alguns isso chegue mais rápido!
    Eu amei o blog! Seguia ele quando tinha um blog literário (Pensa,pequena!) mas infelizmente não deu certo :( Hoje escrevo sobre estética, vou dar dicas e falar sobre essa área.
    Fique a vontade: http://www.esteticando-se.com
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Emanuelly,
      Siim, ninguém ganha nada de graça nesse mundo capitalista, tudo conquistamos com muito esforço, então se a pessoa faz sucesso parabéns a ela pelo esforço e por ter conquistado por merecimento!
      Muito obrigada e sucesso com o seu blog. ;)
      Bjoos

      Excluir
  14. Oi, Helo...
    Estava comentando com uma amiga ontem mesmo sobre esse assunto.
    Seu post está perfeito, e realmente a pontos positivos e negativos em ambos os lados, acredito que o povo está precisando criar mais empatia, se olhar com jeitinho tem lugar para todos.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Camila,
      Nossa, muito obrigadaa.
      O mundo está precisando ter mais empatia, respeitar os outros e lutar por seus objetivos ao invés de justificar os erros com os sucesso alheio!
      Bjoos

      Excluir
  15. Olá,
    Excelentes pontos levantados aqui.
    Acredito que algumas pessoas paguem caro pelos livros dos youtubers pelo fato exatamente da descontração, onde encontram cenas engraçadas do cotidiano e palpáveis. Para alguns, esse tipo de leitura é preferível à outras mas densas após um longo e conturbado dia de trabalho. Até entendo que cada um tem seu gosto e gênero preferido.
    Mas EU, eu não prefiro esse tipo de leitura. Prefiro uma obra com um conteúdo mais amplo.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Mi
      Muito obrigadaa!
      Também acredito nisso, as pessoas também gostam de se distrair, ler sobre a vida de pessoas que admiram, faz parte...
      Exatamente, nós podemos não preferir esse tipo de leitura, mas se outros preferem então que eles leiam e tanto os leitores como os autores sejam respeitando!
      Bjoos

      Excluir
  16. Olá, Eloísa.
    Eu penso que ninguém rouba o publico de ninguém. Tem leitor para todo mundo. Eu não me conformo com isso das pessoas acharem que tem que existir exclusividade. Eu posso gostar dos dois e pronto. Eu particularmente já li 4 livros de Youtubers e gostei bastante, ri muito com as histórias E nem por isso deixei de amar a minha Agatha Christie. Eu acho que os autores que reclamam deveriam perder esse tempo que estão reclamando para divulgar seus livros e escrever novas histórias.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Sil,
      "Eu penso que ninguém rouba o publico de ninguém. Tem leitor para todo mundo." EXATAMENTE!!!!
      Se as pessoas aplicassem o tempo que usam para reclamar em tempo para repensar, ir a luta, batalhar e dobrar os esforços, então isso seria revertido em sucesso merecido mais rapidamente.
      Bjoos

      Excluir
  17. Oi, Elô. Tema polêmico mesmo, hein...

    Eu tenho uma opinião meio diferente, mas achei seus comentários muito pertinentes. Você, em dado momento, escreve que "todo mundo tem o direito de querer publicar sua história", concordo plenamente. Mas o que ando vendo são editoras correndo atrás de YouTubers que nem ao menos têm essa vontade, mas, que por terem público, darão lucro. Aí o que a editora faz? Contrata um ghost write e...pah, livro pronto. São todos? Não, mas arrisco dizer que pelo menos 50% dos livros são escritos assim.
    Você chegou a ver o vídeo do Felipe Neto sobre o assunto? Uma editora o procurou e ofereceu quinze mil reais de ADIANTAMENTO para ele escrever qualquer coisa...qualquer coisa!! Porque qualquer besteira que ele escrevesse ia vender! O público desse nicho não quer comprar um livro porque é um livro, quer comprar o livro porque é do YouTuber...poderia ser escrito em papel higiênico, mas eles comprariam.
    As editoras estão erradas? Não! Elas querem dinheiro e precisam de dinheiro. Mas e o que elas fazem com o dinheiro? Adquirem direito de obras estrangeiras...por que não usar esse "dinheiro fácil" para investir no marketing de livros nacionais?
    Nessa batalha, acredito que quem está errado não são nem ou escritores e nem os youtubers, são as editoras!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Tami, amo polêmicas hahaha *Pq nos fazem analisar, repensar e isso me faz querer me expressar.
      Esse é o PONTO Tami, enquanto Youtubers e escritores ficam nesse climão as editoras estão por aí rindo e lucrando... Portanto se tem algo que precisa receber críticas e pessoas se mobilizando contra, é as editoras por serem tão capitalistas e por tantas vezes desvalorizarem a literatura nacional, pois na realidade os autores e os youtubers não passam de peças no tabuleiro que elas movimentam e de certa maneira manipulam para lucrar... Os livros de youtubers apenas vieram para evidenciar totalmente essa reallidade!
      Bjoos

      Excluir
  18. Então Elo, tenho uma opinião um pouco diferente da sua.

    Acredito que a crítica dos autores não seja com relação ao livro ser de um youtuber e sim quanto à qualidade do mesmo em detrimento de obras que são realmente "relevantes" mas acabam não ganhando espaço. Ficou bem claro já que a maioria utiliza ghost writer e, arrisco dizer, nem lê o produto final. Também já rodaram por aí trechos de livros desses mesmos youtubers que traziam mensagens negativas, como você mesma cita: "Tem Youtuber que dá close errado e publica um livro disseminando preconceitos e humilhando algumas pessoas que passaram pela vida dele?! SIM" ou totalmente desnecessárias, imaturas, etc.
    Sem contar as bizarrices de pessoas com menos de 30 anos de idade "escrevendo" biografias. Tudo bem que tem gente que tem uma história de vida tão intensa que tenha algo a passar mesmo tão jovem mas será que isso se aplica em todos estes casos? Duvido um pouco.
    Outra coisa que me incomoda é o fato de já ter ficado bem claro que as Editoras fazem isso não só pelo lucro em si mas também pra poderem publicar obras realmente relevantes (realmente "boas"). Já assistiu o vídeo da Tati Feltrin sobre isso? Se não, recomendo.


    Também retomei o gosto pela leitura por conta de Crepúsculo e por mais que tenha carinho pelos livros hoje não os considero bons. A pergunta que fica, no entanto, é a seguinte: quantos desses adolescente vão conseguir fazer essa transição? Até que ponto entrar pra o mundo literário é realmente válido à qualquer custo?

    OBS.: É claro que tem exceções, tô falando num geral mesmo.

    Beijos Elo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá
      Concordo com o que vc falou, mas o que quero ressaltar é que toda regra tem exceção e se tem gente que quer ler então que publiquem e que as pessoas sejam livres para escolher... Também sei que tem muitos usando ghost writer, mas isso não pode ser usado de maneira a desvalorizar a todos os demais que escreveram, outro ponto é que a disseminação de preconceitos e conteúdos pobres tbm não estão presente apenas em livros de youtubers, mas em livros estrangeiros, nacionais e na sociedade em geral... Então, como falei a Tami a minha crítica vai para as editoras que estão usando o sucesso de Youtubers para lucrar e os escritores sabem disso então como não podem se voltar para as editoras passam a criticar os yt... ou seja, como disse anteriormente: "na realidade os autores e os youtubers não passam de peças no tabuleiro que elas movimentam e de certa maneira manipulam para lucrar... Os livros de youtubers apenas vieram para evidenciar totalmente essa realidade!"....
      E fico contente com as respostas ao debate, pois apesar de cada um partir de um ponto diferente chegamos ao mesmo ponto final, tendo assim uma ideia comum pela qual lutar!
      Bjoos

      *Ps: Que bom que curtiu o debate, excelentes argumentos!

      Excluir
    2. Sim Elo, concordo com você neste ponto. Apesar da nossa opinião todos devem ter o direito de ler o que quiserem.
      E é claro que têm muito livro estrangeiro que comete os mesmos erros que os livros de youtubers cometem. Inclusive já escutei que alguns desses autores bem famosos usam ou já utilizaram ghost writer e parece que, nesses casos, ninguém se importa.
      Acho que no fim o importante é isso mesmo: promover o debate.E é verdade, se for parar para analisar, todos aqui chegamos (de um jeito ou de outro) à uma conclusão bem semelhante.

      Obrigada por ter expressado sua opinião e pela resposta!

      Beijo Elo <3

      Excluir
    3. Exatamente...
      Há erros em todas as áreas, afinal o mundo é regido por seres humanos e consequentemente por suas falhas, então... Que busquemos o que gostamos e que respeitemos o que não gostamos ^^
      Certamente chegamos ao msm ponto haha
      E foi um prazer debater e responder ao seu comentário, será sempre bem-vinda!
      Bjoos

      Excluir
  19. APLAUSOS PARA ESSE TEXTO!
    Concordo com praticamente tudo o que você disse, Elo!
    Já viu o vídeo do Felipe Neto falando sobre isso? É bem interessante. No vídeo, ele enfatiza que, mesmo que o livro do youtuber seja uma droga de 150 páginas com letra na fonte 20, pelo menos as pessoas estão comprando. Gente que nunca teve interesse em ler livros, está começando a ter. E quem sabe essas pessoas não expandem os seus gostos por leitura?
    Adorei a reflexão, é importante debater isso para que mais pessoas possam entender que há lugar para tudo.
    Beijos ;*

    It's Geekly | @wendyfaquim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Wendy,
      Siim, já assisti ao vídeo do Felipe Neto... Sabe ee é um exemplo de Youtuber q já falou muita m****, mas que amadureceu com o tempo, passou a refletir mais antes de espalhar e influenciar seus seguidores... Um YT q me fez ter esperança quanto aos demais ^^
      Concordo muito com o que ele disse, afinal o importante é ter um incentivo para dar um ' start' tbm haha
      Exatamente... muito não falam por mal sobre os livros de yt, mas sim porque deixaram-se guiar pela explosão de sentimentos, mas há espaço para todos * Ainda mais no coração de leitores né?!* aksopaksopkpaoks
      Bjoos

      Excluir
  20. Até que fim uma pessoa que pensa diferente! Gostei bastante do tema, não leio livros de youtubers( também não assisto) porém, não tenho nada contra eles, vejo eles como escritores também, escritores que eu não compraria seus livros por falta de interesse, mas é isso, temos que respeitar a escolha do outro.
    Ótimo texto, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, não é pq não assistimos, não lemos ou gostamos que os outros não podem e respeitar é o caminho para se viver em sociedade! ^^
      Obrigada!!!!
      Bjoos

      Excluir
  21. Oi, Eloísa! Tudo bem? Ai, esse é um tema muito polêmico... Confesso que no começo eu não tava nem aí pra os vários livros de youtubers que as editoras estavam lançando, mas aí virou uma febre e algumas editoras passaram apenas a se dedicar em lançarem livros assim e eu fiquei tipo "Epa, tem alguma coisa errada aí". Por que não intercalar lançamentos de livros de youtubers com livros de autores novos e independentes? Assim todo mundo saía feliz. É o que acho...

    Abraço

    https://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Tony,
      Também gostaria de ver os lançamentos intercalados, concordo que virou uma febre para lucros capitalistas das editoras, mas o bom senso devemos cobrar das editoras e não dos YT, afinal quem precisa intercalar e focar em ambos é o mercado editorial então deveríamos nos unir ao invés de digladiarmos entre nós! :(
      Assim penso eu...
      Abraços

      Excluir
  22. Oi Eloísa,
    Não adianta agora vir todo mundo ser politicamente correto, né? Você fez bem em abordar o assunto, porque a polêmica existe sim e eu sou uma das que critica youtubers. Não todos os youtubers, mas aqueles que o Felipe Neto cita em seu vídeo que não escrevem seus livros e mesmo assim ganham milhões de reais. Isso existe, não adianta negar.
    Eu não tenho o costume de seguir youtubers, sempre achei algo mais 'preguiçoso' da minha parte, pois eu entrei para o mundo das críticas e resenhas para exercitar minha escrita. Ou seja, acharia hipócrita (da minha parte) me tornar youtuber. Mas há pessoas que realmente se dedicam e merecem o reconhecimento.
    Tenho pena delas, porque muitas vezes somem ao meio de tanta gente aproveitadora. Ninguém rouba o público de ninguém? Concordo, mas também acho que no caso, estamos falando de um evento e no caso da Bienal, sim, abriram mão de alguns autores internacionais para ter mais youtubers. Não é algo errado se é o que a maior parte do público pede. Posso não concordar com a maioria, mas respeito a decisão de cada um.
    Beijos e ótima discussão ;)
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Alessandra...
      Também vejo assim... Temos pontos positivos e negativos, conteúdos bons e ruins, writer ghost e autobiografias, sendo assim, não podemos julgar todos por erros de alguns... ou seja, nem todos os yt tão ali por estar e nem todos os autores são contra, tbm vejo que o espaço de alguns autores foram tirados, mas a revolta nessa questão deveria ser redirecionada ao mercado editorial, q não deveria tirar um em benefício de outro e sim organizar um espaço aos q merecem e intercalar os lançamentos...
      Tbm não sou muito fã de livros de YT, mas se outros gostam, cm vc falou... devemos respeitar...
      Concordo contigo Ale!
      Obrigada por participar do debate.
      Bjoos

      Excluir
  23. Não menosprezo porém senti falta sim de escritores renomados ou até menos conhecidos com maior experiência sendo divulgados e até como convidados, porém, o modismo em alta são realmente os youtubers então não poderiam estar de fora.
    Não tenho paciência para ver vídeos na internet então não conheço quase nenhum deles, há lugar ao sol para todos mas os escritores tradicionais precisam sim estar sempre no topo quando falamos em bienal do livro, mas respeito as opiniões.

    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá
      Também gostaria que alguns escritores estivessem em destaque na Bienal, porém o que disse e repito é que estamos direcionando nossa revolta aos yt, mas deveríamos cobrar isso do mercado editorial que é quem organiza, porém é claro que cm está em alta eles estariam em evidência, então não acho q nãp deveriam estar lá, mas sim q as editoras intercalassem para que fosse possível manter ambos espaços.
      Portanto, entendo o que quis dizer ;)

      Excluir
  24. Oi Eloísa, tudo bem ???
    Adorei você ter trazido esse texto, e levantado a discussão para essa polêmica que ... vamos combinar, já está ficando gasta.
    Acredito que, no caso específico da Bienal, o que pegou mais foi justamente o fato de que ultimamente, aqui no Brasil, a nova onda é sim os livros de Youtuber. Caramba, nós temos uma pancada de livro de Youtuber saindo do forno. Existem aqueles escritos pelo próprio cara, aqueles escritos pelos famosos ghostwriters e a novidade da vez, como no caso do PC Siqueira, onde uma pessoa escreve e assina o livro ligado a um Youtuber !!! A Bienal se aproveitou da onda, e não existe problema algum nisso, mas como disse muitas vezes antes, o que percebo é que, ao contrário do que acontece lá fora, no Brasil a coisa não é tão correta, tão contida, tão equilibrada.
    Assim como você destacou, é claro que o autor merece destaque, é claro que ele merece ter um espaço para mostrar sua escrita, mas o que não pode acontecer é toda essa revolta, pois da mesma forma em que o autor está lá dando duro, o Youtuber também tá lá dando duro todo dia. Os assuntos podem não ser os mesmos, mas os dois lados dão um duro danado e merecem destaque se o seu trabalho, se o seu livro no caso, for bom, for merecedor, quando a obra literária possuí qualidade.
    Acho que a indústria destaca sim muita gente que, não necessariamente, precisava estar lá, mas é assim que o negócio funciona. Nós consumimos literatura, seja ela boa ou ruim, e assim como antes a febre eram os romances eróticos, hoje são os livros de Youtuber e é natural do nosso sistema que os meios relacionados ao universo literário queiram se aproveitar disso.
    Espero que tenha contribuído um pouquinho para a discussão !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARAMBAAAAAAAAA RYOKO!!!!!!
      Tô digitando com o pé mulher, porque as mãos estão ocupadas te aplaudindo!!!1Tu traduziu exatamente o que quis refletir, sérioooo... Faço das suas palavras as minhas, realmente as febres vão e vem... Uma hora é distopia, outra hora é new adult, outra ainda livros de YT, e o mercado editorial costuma sugar até a última gota o conteúdo que consumimos, ou seja, sejamos bem-vindos ao capitalismo, acredito que a revolta qto ao exagero é necessário, mas foi direcionado aos yt o que é um erro pq qm procura msm é o mercado editorial, é eles que montam o que vai aparecer então é a eles que devemos falar e pontuar na minha opinião!
      Obrigada por colaborar na discussão, vc veio e a finalizou com medalha de ouro!!!
      Bjoos

      Excluir
  25. Elo querendo causar a discórdia hahahah brincadeira.

    Então, eu acho que tudo é válido. Youtuber está fazendo sucesso e escreveu um livro, então tem que estar na bienal sim.
    Acredito que tenha espaço pra todo mundo, e se a pessoa é boa conseguirá seu destaque.
    Nada de tacar pedras no coleguinha, youtuber é gente como nós blogueiros, e sabemos como é difícil emplacar nosso conteúdo na internet.

    Abraços.

    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. 'Elo querendo causar a discórdia' RACHEI DE RIR kaspaksopaksopakopsks
    Enfim... Exatamente isso que eu penso Rafa, deixem cada um escrever e ler o que quiserem, cada um tem o direito a escolha e pronto...
    Bora viver cada um o seu momento e se dedicar, chega de tacar pedra. u.u
    Abraçoos

    ResponderExcluir