FICHA TÉCNICA Autora:  Charlotte Perkins Gilman Editora:  Grupo  Editorial Record Páginas:  112 Gênero: Contos ,  Literatura...

19 Comments

FICHA TÉCNICA
Autora: Charlotte Perkins Gilman
Editora: Grupo Editorial Record
Páginas: 112
Gênero: ContosLiteratura Estrangeira.
ISBN: 978-85-03012-72-3
Avaliação: ★ ★ ★ ★ ★
(Exemplar cedido pela editora)

SINOPSE
Este clássico da literatura feminista foi publicado originalmente em 1892, mas continua atual em suas questões. Escrito pela norte-americana Charlotte Perkins Gilman, ele narra, em primeira pessoa, a história de uma mulher forçada ao confinamento por seu marido e médico, que pretende curá-la de uma depressão nervosa passageira. Proibida de fazer qualquer esforço físico e mental, a protagonista fica obcecada pela estampa do papel de parede do seu quarto e acaba enlouquecendo de vez. Charlotte Perkins Gilman participou ativamente da luta pelos direitos das mulheres em sua época e é a autora do clássico tratado Women and Economics, uma das bíblias no movimento feminista. Esta edição de O papel de parede amarelo, que chega às livrarias pela José Olympio, traz prefácio da filósofa Marcia Tiburi.

RESENHA CRÍTICA
Confesso que nem sei como começar esta resenha, sinceramente é muito difícil colocar em palavras tudo o que este livro é e tudo o que ele transmite, porém duas palavras que o define bem seria realista e impactante!

O Papel de Parede Amarelo é uma obra grandiosa, que de início deixa o autor desnorteado, curioso e sem compreender ao certo onde a autora nos conduzirá, porém a cada página somos mais, e mais inseridos naquele universo particular da personagem, ao mesmo tempo em que temos  a certeza de que enquanto lemos tais páginas muitas mulheres encaram seu assombroso Papel Amarelo.

O livro nos transporta a um cenário "familiar" as mulheres dos séculos XIX e XX, porém que ainda tem lá suas influencias e traços em nosso cotidiano e em tantas famílias atuais, em que  as mulheres tem o seu papel bem específico e ditado, uma linha tênue entre o que pode fazer, porém não deve... O impacto do clássico O Papel de Parede Amarelo é enorme, até mesmo nos dias atuais, o choque da verdade é inevitável e para muitos, ouso dizer, é doloroso, portanto fico a imaginar o que causou na época em que foi escrito, o assombro dos que eram contra a explicitar a verdade e a coragem e bravura tão inegável de nossa autora!

A autora com certeza captou todos os aspectos, explicitou a visão do Papel Amarelo a quem quisesse ou não vê-lo, denunciou a 'histeria' equivocada da personagem de seu livro e de tantas outras que vagavam ou vagam na sociedade e a felicidade de ter a honra de ver este livro com uma nova edição, sendo espalhado através do Grupo Editorial Record é simplesmente indescritível, recomendo a todos os simpatizantes do movimento feminista, também recomendo aqueles que quiserem compreender um pouco do que nos leva a lutar e pelo que lutamos!

O Papel de Parede Amarelo é uma metáfora brilhante, que mostra a visão de uma personagem uma heroína histérica, que é levada por seu marido (após ele e o irmão da personagem, ambos médicos, concordarem que nossa personagem não está doente, precisa apenas descansar e obedecer as recomendações de seu marido) para repousar em uma casa durante 3 meses, ao chegar na casa ela se depara com um papel de parede amarelo que lhe incomoda profundamente, rouba seu sono e a leva a analisá-lo dia após dia, ela sabe que precisa acabar com o papel,que ninguém pode notar seus planos e nem fazer isto por ela, tem de ser ela, e é neste cenário encontra-se a obra que denuncia as verdades que a sociedade oculta!

Recomendo e muito!!!




Você pode gostar

Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Obrigada pela dica,amei!!!!
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina Eli, fico feliz que tenha gostado!
      Bjoos

      Excluir
  2. Olá, Eloisa.
    Adorei a foto do seu perfil ali em cima, ficou linda. Não conhecia esse livro ainda, mas acho que vou gostar muito dele. Só de ler sua resenha já comecei a ficar angustiada, imagine lendo o livro. Deve ser ótimo.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Sil
      Obrigadaa <3
      Com certeza você vai gostar, é um livro excelente!
      Recomendo demais, depois que ler não deixe de me contar o que achou.
      Bjoos

      Excluir
  3. Oie, tudo bem? Que blog lindo <3
    Tenho lido bastante sobre esse livro, vi um vídeo resenha no youtube sobre ele e fiquei interessada pela história. Não sabia desse livro antes e nem da história da autora para poder publica-lo, mas isso me deixou mais curiosa ainda. Parece ser uma leitura bem intensa e até complexa de uma forma positiva. Quer ler logo!
    Beijos, Resenhas da Day

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá, tudo ótimo hehe
      Nossa esse livro é fantástico, tenho certeza que vai apreciar a leitura e se envolver profundamente com a personagem. A autora captou tudo em um único conto!
      Bjoos

      Excluir
  4. Oiiii

    Não sou muito fã de livros de contos, mas fiquei curiosa com sua resenha e nos dias dia hoje, nesse cenário atual do Feminismo é importante.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Cíntia
    Www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Cindy, que saudade de você guria! <3
      Então, eu não costumo ler muitos contos, mas sempre abro exceções quando me deparo com esse tipo de cenário. haha
      Tenho certeza que assim como eu, vc irá amar o livro.
      E o feminismo não tem se tornado só importante, hoje ele é fundamental para nos mantermos em sanidade!
      Bjoos

      Excluir
    2. Oláá Cindy, que saudade de você guria! <3
      Então, eu não costumo ler muitos contos, mas sempre abro exceções quando me deparo com esse tipo de cenário. haha
      Tenho certeza que assim como eu, vc irá amar o livro.
      E o feminismo não tem se tornado só importante, hoje ele é fundamental para nos mantermos em sanidade!
      Bjoos

      Excluir
  5. Fiquei com vontade de ler...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia...
    Obrigada por compartilhar!
    É fundamental que todos tenham acesso a este tipo de leitura. ;)

    http://www.leiturasecomidinhas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Bia vc precisa ler, sérioooo!
      Assim como eu tenho que ler o livro 'Que sejamos todas feministas', tenho certeza que você vai se surpreender e se admirar com a escrita da Charlotte! ;)
      Concordo totalmente contigo quando você diz "É fundamental que todos tenham acesso a este tipo de leitura.", realmente é fundamental!
      Bjoos

      Excluir
  7. Oi, Eloísa! Tudo bem? Ainda não conhecia o livro, mas adorei conhecê-lo! <3 A premissa é ótima, a capa também e seus comentários conseguira me atiçar e deixar curioso para ler a obra! :D

    Abraço

    Tem promoção rolando lá no blog -> http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2016/03/promocao-aniversario-de-5-anos-do-tony.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Tony, tudo ótimo hehe
      Nossa, fico contente que tenha se interessado e que através da minha resenha você ficou ansioso para ler, uma excelente leitura a você!
      Ahhhhh... Parabéns pelos 5 anos do seu blog e é claro que minha participação já está confirmada. ;)
      Abraçoos

      Excluir
  8. Elo, eu também recebi esse conto e fiquei encantada! Me indignei por nunca ter ouvido falar da autora antes, muito menos do livro, mas agora esse erro foi consertado, rsrs.

    Eu concordo com tudo o que tu falaste na tua resenha; o livro é realista e - muito - impactante. O fato de a crítica literária não ter atentado para o caráter feminista da escrita da Charlotte só nos mostra o quão ignoradas as causas das mulheres eram - e infelizmente ainda são - naquela época.

    Beijos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaá Hel,
      Nossa que ótimo, é um livro excelente né?! Também fiquei mega encantada por recebê-lo e e indignada comigo mesma por ainda não conhecê-lo. kkkk
      E realmente o fato de durante anos a crítica explícita da autora ter sido ignorada ao publicar o livro é o que evidencia o quanto o trama das mulheres eram ignorados e encarados com 'naturalidade'.
      Bjos

      Excluir
  9. Oi, Eloísa!
    Sua resenha está brilhante.
    Adorei a sua escrita e os aspectos que você marcou, principalmente ao falara
    sobre a obra inserida na época em que foi escrito. É sempre bom para a gente perceber mais ainda a força que uma história como essa tem.

    Adorei esse livro também. Li mês passado.
    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Diego
      Obrigadaa, fico feliz que tenha gostado!
      Esse livro é realmente maravilhoso né?! *--*
      Bjoos

      Excluir