Oláá Jovens Literários, Hoje vim escrever sobre esta polêmica dos livros e leitores 'modinhas', vejo muitas vezes em fanpages...

22 Comments

Oláá Jovens Literários,
Hoje vim escrever sobre esta polêmica dos livros e leitores 'modinhas', vejo muitas vezes em fanpages, insta e grupos literários esse tipo de imagem e sinceramente me revolto muitooooo quando vejo esse tipo de publicação, então não consegui me conter mais e resolvi dividir minha opinião com vocês.

Eu acredito que da mesma forma que um livro é um livro independente do gênero literário, ano em que foi publicado, assim também é um leitor na minha opinião, uma pessoa não é 'mais leitor' porque lê livros clássicos, ou porque lê mais livros que outra, simplesmente são dois leitores distintos, com gostos diferentes (e quem sabe com disponibilidade diferente), não vejo porque tanto preconceito literário, para mim livros são maravilhosos, ler é perfeito e ser leitor é ótimo sem necessidade de rótulos.... Aliás rótulos deveriam ser para produtos e não pessoas.

Para mim a pessoa que pensa segundo a imagem prova que apesar de ler muito segundo ela e não ser modinha, ela prova que não aprendeu muito com os livros  que andou lendo, pois ao meu veer a cada leitura nos tornamos pessoas mais cultas, mas neste caso o efeito deve ser retrógrado, afinal ao invés de caminhar em direção ao progresso pessoal e social a pessoa está justamente fazendo o contrário e promovendo a exclusão e o pior justificando o preconceito e sua exclusão com a literatura, tem coisa mais absurda?! Para mim não! Tudo bem, talvez eu esteja sendo muito dura, mas  enfim é exatamente isso que penso quando vejo coisas assim, não vejo motivos que justifiquem esse tipo de atitude e pensamento.

Eu leio um pouco de tudo, inclusive alguns dos livros citados na imagem e não vejo problema algum nisso, pois para ser bem sincera foi a partir de uma saga considerada 'modinha' que peguei gosto pela leitura, sim, foi lendo a crepúsculo que passei a me interessar mais por Livros do que por filmes, foi por uma 'modinha' maravilhosa dessas que hoje tenho um blog literário, amo ler e comecei a descobrir autores nacionais e internacionais fantásticos, também por uma modinha que hoje adquiri muito conhecimento e horas fascinantes de leitura embaladas por vários gêneros... Acredito que as pessoas assim como eu pode partir de livros mais conhecidos por ter mais segurança de que vai gostar da história e a partir daí se arriscar a conhecer outros autores, e se isso não ocorrer sem problemas, ela é sim um leitor(a) e merece ter sua liberdade de escolha para ler o que bem entender.

Eu não sei vocês, mas simplesmente fico indignada quando me deparo com esse tipo de publicação, acredito que a leitura deveria despertar o lado crítico, envolver pessoas, criar amizades, conversas interessantes... E não criar um novo tipo de preconceito, o mundo já está cheio de preconceito, julgamentos, exclusão e pessoas apontando o dedo, se auto intitulando superiores, então se é para ler clássicos e fazer parte de mais um grupo preconceituoso, por favor não leia!!! Ninguém é melhor ou superior que alguém por ler clássicos, bater a meta de 100 livros por ano e afins, apenas tem mais disposição (mais tempo quem sabe) e um gosto literário diferente da maioria!

Não vamos excluir ou julgar alguém pelo gosto literário, vamos debater sobre os livros, indicar aqueles que lemos e amamos, vamos ser o tipo de leitor que acolhe e divulga a literatura e não o primeiro a levantar e gritar poser, quem nunca leu um só livro modinha que atire a primeira pedra! u.u

#SouModinha #SouJovemLiterário #NãoAoPreconceitoLiterário





Você pode gostar

Comentários
22 Comentários

22 comentários:

  1. Oi Eloísa, parabéns pelo post. Se formos aprofundar o significado do que venha a ser um livro modinha, muitos clássicos badalados poderiam facilmente ser rotulados também. O problema que vejo em relação ao assunto é que, como vc bem disse, as pessoas usam seus gostos literários para julgar as preferências alheias, isso é tão sem noção. O que importa é que cada um leia o que quer e pronto. As coisas são simples, que mania que o ser humano tem de querer complicar as coisas, rs. Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Henrique,
      Ainda não tinha analisado isto, mas concordo contigo, realmente se analisarmos muitos clássicos poderiam ser considerados modinhas... Infelizmente muitas pessoas não compreendem que o que imposta mesmo ler e gostar da leitura, realmente as pessoas tem mania de tentar diminuir as outras complicar as coisas... :/
      Obrigadaaaa!

      Excluir
  2. Parabéns Elo! Super bem colocado! Chega de preconceitos literários! Detesto isso! Acho um retrocesso, um mimimi desnecessário. Até quero abordar esse tema no canal. Vou indicar o post pro Nicolas dar uma olhada também! ��

    ResponderExcluir
  3. O bom das modinhas é que elas formam leitores, eu comecei com Harry Potter e hoje leio de tudo, tenho um blog literário e curso letras. Acho que dificilmente alguém começará a ler pelos clássicos, até por conta da linguagem difícil que eles possuem.

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Elo!
    Adorei sua ideia de falar sobre isso, pois é algo bem polêmico né?
    Eu mega concordo contigo! Acho que cada um sabe o que aprecia mais e a única coisa que devemos fazer é respeitar.
    Não acho que uma pessoa conseguirá amar a leitura iniciando de cara com um livro com uma linguagem mais formal, onde terá que ter um dicionário ao lado. Temos que afeiçoar este sentimento, esta paixão... e geralmente se começa por algo mais fácil de absorver.
    Penso o seguinte: você lê? PARABÉNS! Não me importa o que, todo livro vem com algum aprendizado, se não for na história, tem na linguagem, então.. continue!
    Acho que é isso, adorei o assunto!
    Sempre arrasando <3
    Beijoo

    ResponderExcluir
  5. Ei, Eloísa! Amei seu post e acho que você expressou sua opinião muito bem.
    Ao meu ver, livros simples e pequenos como os do John Green são muito mais prazerosos do que As Crônicas de Nárnia, que é quase uma bíblia de tão grande e complexo. Ambos os livros são espetaculares e vão acrescentar algo na sua vida, porém, as pessoas acham que tudo que é novo, é ruim.
    Sinceramente, não entendo essa galera e estou super de acordo com você!
    Parabéns pelo post e vou dar mais uma olhadinha pelo seu blog, pelo visto, você tem muita coisa interessante!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Oi Elô, tudo bem?
    Confesso que da imagem, eu li praticamente todos hahaha
    Eu não comecei com um livro "modinha", mas leio todos e adoro. Do mesmo jeito que leio clássicos e adoro.
    Também vi muitas críticas quanto a isso e não entendo o motivo desse preconceito... O importante é ler, é ter esse interesse pela leitura que parece que tinha diminuído tanto e não o gênero, isso pouco importa!
    Espero que as pessoas, com o tempo, percebam isso e parem de fazer críticas tão absurdas!
    Adorei o post, parabéns.
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  7. Elo que post maravilhoso!!
    Parabéns nunca li algo tão sensato sobre o assunto quanto isto!

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Para mim é tudo livro. Muita gente tem preconceito com os livros "modinhas" justamente por ser um livro que está se tornando popular.
    Adorei o seu post e quero mais posts desse "quadro" polêmicas literárias.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  9. Gosto é que nem cú, cada um tem o seu e já era!

    ResponderExcluir
  10. Elô, disse tudo, não tenho nem o q acrescentar! Rótulos são para produtos e não para pessoas. Qd vamos parar engolir os enlatados e pensar de verdade? Li mtos dos livros que estão na lista da imagem e não me sintoenos leitora q ngm. Aprendi a gostar de ler com a Antologia poética de Carlos Drumond, o q não quer dizer nada. Apenas que gosto de ler. Li Crepúsculo, li The secret circle, estou lendo jogos vorazes e maze Runner.Ler sempre será um prazer.ler sempre acrescentará algo novo. Mesmo q vc leia rótulo de shampoo. Muitas Bjoks e não esquece de me visitar!
    Achei as Palavras

    ResponderExcluir
  11. Elô...

    Você não foi dura demais, você falou a VERDADE. ( cadê os emojis batendo palmas? Insira aqui )
    Menos preconceito literário, Menos julgar o livro pela capa, Menos comparações de autor internacional e nacional, eles são bons por igual. Mais amor, Mais leitores!

    Eu tb comecei a vida de leitora e blogueira por uma modinha e ainda bem! Parabéns pelo post.

    #SouModinha

    Beijos e boas festas.
    Cintia

    www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Vim aqui te desejar um ótimo Natal com muita paz, amor, saúde e felicidades! E avisar que te indiquei para responder uma TAG <3

    Beijão e Boas Festas!
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  13. Elo, você não foi dura em suas palavras, falou a verdade o preconceito literário existe, e estamos sujeitos a ele a todo momento, o que não deveria existir, pois são através dos livros que estamos recebendo conhecimento, são eles que nos tornam pessoas melhores, mais criticas e conscientes.Pra mim todo livro merece ser lido não importa o gênero, clássico ou "modinhas" como algumas pessoas dizem, eu tenho orgulho de dizer que comecei a ler por causa de uma modinha, comecei com A saga crepúsculo foi através deles que mergulhei no mundo dos livros e agradeço. Os livros que eles chamam de modinhas, são livros bons que estão recebendo o verdadeiro reconhecimento, são essas modinhas que estão incentivando crianças, adolescentes,jovens e adultos a terem o hábito de ler, então não devemos julgar ninguém por causa do livro que está lendo, e sim incentivar a ler mais, conhecer outros gêneros, debater, mostrar as coisas boas que a quele livro te proporcionou. Os livros são janelas para outras vidas, são através deles que podemos viver mil vidas, viajar por lugares diferentes, nos enriquecer culturalmente, vamos parar com esses preconceitos, vamos ler mais e dizer não ao preconceito literário e reconhecer esses autores nacionais ou internacionais e incentiva-los a escrever mais e mais. Vamos ler minha gente...........
    "Um livro é como uma janela. Quem não o lê, é como alguém que ficou distante da janela e só pode ver uma pequena parte da paisagem"
    - Khalil Gibran-

    ResponderExcluir
  14. Oi Eloísa!
    Concordo plenamente com você: porque eu me privaria de ler um livro que tem tudo para me agradar só porque muita gente está lendo o mesmo livro? Eu acho que o que vale é o gosto do leitor, independente se o livro virou modinha, se ninguém mais lê, se já foi lançado há tempos ou a que gênero pertence.
    Bem válido o post.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, Eloísa!
    Parabéns por suas palavras. Levei um susto quando vi essa imagem, não imaginava que as coisas andavam tão sérias assim. Já fiz um texto assim bem na época de todo o vuco-vuco com ACEDE, mas parece que nada muda na cabeça de pessoas que sempre precisam julgar os outros seja pela cor de pele, time de futebol, cidade de origem, sotaque e... senhor... por gosto literário!

    Enfim, levando desse texto uma frase para a vida: "...rótulos deveriam ser para produtos e não pessoas."

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
  16. Oi Elô !! Tudo bem amiga ??
    Merece todos os aplausos possíveis o seu texto !! Até arrepiei lendo a parte final aqui !! Fala sério, já existe realmente tanto preconceito, tantos rótulos, pra que agregar isso a nossos queridos livros ??
    Eu por incrível que pareça li muitos livros que viraram modinha antes disso acontecer e acabei conhecendo outros simplesmente porque estavam em modinha e isso não me faz nem melhor nem pior que ninguém !!
    Só quero ler meus livros e ser feliz assim !! rsrs
    Amei o post !!
    Bjim

    blogpatyrezende.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Uhuuuuuuuuuuuuu! Adorei e concordo plenamente!!! Acho que toda leitura é válida!!! Muitas vezes inicio meus alunos com gibis,e, aos poucos vou oferecendo os livros menores que eles mesmos vão percebendo que são muito infantis e vão se aventurando por coisas maiores e até mesmo pelos clássicos brasileiros: já formei alunas na oitava série que tinham como livro amorzinho "A moreninha" e "Olhai os lírios do campo". O negócio é ler!!! E se possível, escrever também!
    Bjks e Boas Leituras!

    www.linguaeliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  18. Menina, parabéns! É isso mesmo, também não entendo esse preconceito, afinal tudo o que é escrito foi escrito para ser lido, ou não?
    Aliás, eu leio de tudo desde rótulos, bulas de remédio, frases nas paredes, inclusive livros... Todo mundo que lê é leitor!

    Bjs

    Bia
    http://www.leiturasecomidinhas.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Esse preconceito é bem recorrente. Existem diversos gêneros literários como a fantasia, ficção científica e o terror que são bem "atacados", por esses leitores que se acham mais "cultos".
    Acho que livros e opiniões são coisas muito únicas e não se deve julgar. Existem gêneros e autores que te agradam mais ou menos e isso é normal, mas parece que muitas pessoas utilizam a internet para propagar essa cultura do ataque à gêneros de livros, filmes, opções sexuais ou o que for. Isso deveria mudar.
    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente, a maior ignorância humana é se julgar superior a outros seres (seja seres humanos, animais...), esse egocentrismo é ridículo e espero que um dia acabe. Todo tipo de preconceito deveria ser extinto já que somos 'Os Seres Racionais'!
      Abraços

      Excluir
  20. Nunca vi tantas verdades em um cartoon só! A parte que fala "só leu livros gringos", então, nem se fala!

    ResponderExcluir