Ficha Técnica Autor:  Matthew Quick Editora:  Intrínseca Páginas:  254 Gênero:  Ficção, Romance. ISBN:  978-85-80572-77-3 Avali...

14 Comments
Ficha Técnica
Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Páginas: 254
Gênero: Ficção, Romance.
ISBN: 978-85-80572-77-3
Avaliação: ★ ★ ★ 

Sinopse
Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.


Trailer Oficial do Filme

Resenha Crítica
Então, esse é um dos primeiros livros que vocês me veêm avaliando com apenas 3 estrelas, o que classifica o livro como mediano, muitos podem ter lido o livro e achado ele fantástico, não discordo disso, o que vou explicar o motivo depois, o fato é que eu tenho uma visão diferente porque sou vidrada em livros que narram transtornos psiquicos, além desse fator chave eu também assisti o filme da adaptação do livro o que me deu ainda mais convicção para avaliar o livro como 3 estrelas.

Após o meu  embromation, vamos a crítica e em seguida! O fato é que Pat, o protagonista, tem Transtorno bipolar, porém o livro não me passou o drama de quem sofre com esse mal, não conseguiu me passar toda aquela dúvida, mudança subita de emoções e reações, aquela realidade, acredito que o autor deixou a desejar essa parte, se eu não  tivesse lido que Pat é bipolar eu jamais presumiria que ele sofria com tal transtorno, apenas pensaria que assim como muitos ele apenas é muito sentimental e por isso suas emoções oscilam as vezes. (Talvez a mensagem que o autor quis passar com essa aparente atitude comum, seja que no geral a bipolaridade não parece ser notada, no entanto para mim isso fez com que o livro não me parecesse tão envolvente - opinião minha).

Eu me surpreendi muito quando vi o filme, jamais imaginei que um dia diria que o filme é melhor que o livro que o originou, pois é como dizem tem sempre a primeira vez... O filme O Lado Bom da Vida de certa forma superou ao mesmo tempo que complementou o que faltava no livro, no filme a bipolaridade de Pat é notada  e bem repassada ao espectador, você sente e vive as emoções transmitidas por Pat (Broadley Cooper), bem como a vida problemática de Tiffany (Jennifer Lawrence)... Comentemos né, só com estes dois atores se torna notável a qualidade e maravilhosa atuação do elenco do filme né?! Mas enfim, seja como for o filme me dá uma visão mais admirável e envolvente da vida do Pat! O diretor merece os Parabéns, porém é claro que  o Matthew também merece por criar a obra, mas o que me surpreendeu mesmo foi a adaptação cinematográfica fantástica.




Após os apontamentos do livro e sua adaptação cinematográfica, vamos a descrição do livro...
A leitura flui naturalmente e bem breve, é muito bem narrado sim, a história é muito boa, a união de duas pessoas que sofrem com transtornos psíquicos envolve e comove sim, no entanto como disse acho que algo faltou em meio as narrativa, porém isso não deixa o livro chato ou monótono, continua muito bom apesar de tudo. 

A história é narrada por Pat, o que pode lhe deixar um pouco confuso, pois o personagem une os fatos, a sentimentos e pensamentos. Pat ainda acredita ser casado com Nikki e que eles ainda voltarão a ficar juntos, movido por esta convicção Pat passa a se exercitar e fazer o possível para se recuperar e sair da clínica psiquiatra, ou como ele chama, do lugar ruim. Ele tentará de todas as formas rever sua amada e reconquistá-la, dar a ela o valor que ela merece, no entanto Nikki não quer vê-lo, seus amigos, pai e irmão tentam manter certa distância de Pat e ninguém parece se interessar em contar a Pat o que aconteceu para que ele fosse internado.

Quando sua mãe o retira da clínica, ela luta contra a opinião de seu marido e contras as opiniões dos demais, mas está certa de que ter seu filho a seu lado será a melhor solução, porém a convicção de Pat em reconquistar Nikki o leva a conhecer Tiffany, uma jovem problemática que se tornará uma grande amiga e alguém que compreende Pat e que pode vir a ser sua confidente.

Qual  será o desfecho dessa história? Pat conseguirá reconquistar Nikki? Ele terá sua vida de volta? O que o levou a internação? Porque seu pai se mantém afastado? Porque seu irmão não o visita? O que poderia levar pai e irmãos a se unirem novamente? Pat conseguirá controlar suas emoções? Conseguirá voltar a sua vida normal? Você descobrirá as respostas para estas e mais perguntas lendo o livro, na sequência não deixe de assistir o filme! ;)

Boa leitura e bom filme a você!!!

Não quero ficar no lugar ruim,
em que ninguém acredita no lado bom das coisas,
no amor ou em finais felizes…
~ Pat Peoples


Você pode gostar

Comentários
14 Comentários

14 comentários:

  1. Querida,
    eu já assisti a esse filme e adorei!!!!
    Deu vontade de assistir de novo!!!!!
    Esse livro eu comprei pra minha filha !!!!
    Bjos e lindo final de semana,querida!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Ely...
      Então o filme eu achei maravilhoso, mas o livro para mim deixou a desejar hahah
      Bjoos e bom fim de semana a vc!

      Excluir
  2. Ola Eloísa, tudo bom? Eu já li o livro a um tempo e não lembro muita coisa kk' Mas lembro que eu gostei bastante do livro e que realmente não identifiquei sintomas da doença, só algumas vezes. Porém, eu meio que discordo. Achei o filme incrível, mas o livro me trouxe mais emoção kk'
    Beijos :*
    www.deliriosliterariosdasnow.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Carol, tudo ótimo.
      Nossa, eu amei o filme, maaaas o livro foi outra história literalmente! kkkkkkkkkkkk
      Bom, tivemos experiências diferentes com o livro e fico contente que tenha gostado hehe
      Bjoos

      Excluir
  3. Eu assisti esse filme no cinema e amei, mas não quis ler o livro depois.
    Achei sua resenha ótima, além de tudo super sincera!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      Realmente é um filme incrível, busquei ser o mais sincera possível na resenha e fico muitooooo contente em saber sua opinião! *O*
      Bjoos

      Excluir
  4. Oi Eloísa,
    Preciso tomar coragem para ler esse livro, porque eu AMO o filme. Primeiro que eu amo Bradley Cooper e Jennifer Lawrence, mas a história em si foi tão envolvente que é um dos meus filmes favoritos.
    Não sei se conseguiria ler o livro, tenho medo de estragar o filme, hahaha.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ale,
      Também sou apaixonada pela Jenn e pelo Bradley, amei a atuação deles, o filme ficou incrível e realmente fiquei na bad com o livro, porque não gostei mesmooo e não recomendaria, porém sua experiência pode ser diferente né?! E eu com certeza estou torcendo para que seeja haha
      Bjoos

      Excluir
  5. Oi, Eloísa! Tudo bem? Olha, O Lado Bom da Vida é um dos meus livros favoritos de todos os tempos! O filme também é um dos meus favoritos, mas prefiro o livro. Eu achei que o Matthew Quick soube trabalhar muito bem a bipolaridade do Pat, mas talvez tenha achado isso por não conhecer esse transtorno tão bem. Enfim, gostei do post e de saber da sua opinião a respeito destas obras tão queridas por mim! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Tony, tudo ótimo hehe
      Nossa, opinião bem contraria a minha *O*
      Fico feliz que tenha gostado, como eu disse penso que o autor poderia explorar melhor o transtorno do Pat, mas ambos concordamos que o filme é arrasador, isto é inegável! ^^
      Abraçoos

      Excluir
  6. Eu li o livro e assisti o filme também.
    Não senti tanta diferença em questão de gostar da história, mas sempre há as diferenças dos livros para as telinhas.
    No entanto já assisti o filme mais de uma vez e não tenho a intenção de reler o livro, pelo menos por enquanto...
    Beijos
    Dri
    http://www.livrosleituraseleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá Dri
      Te entendo perfeitamente, eu vivo assistindo ao filme, simplesmente amo demaiiiiis! hahah
      Bjoos

      Excluir
  7. Em relação ao filme, devo dizer que o que mais gosta de Bradley Cooper era de fato seus filmes é muito bom. Eu só vi americana Sniper (aqui eu compartilhar a sinopse para dar-lhe um olhar: http://www.hbomax.tv/sinopsis.aspx?prog=TTL603292) e apesar de ter um excesso de patriotismo, a história é muito profunda e cativante. Eu recomendo-los se você ama Cooper.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amooo Cooper, ainda não li, mas já tá anotadinho aqui Sofia, obrigada pela indicação! <3
      Bjoos

      Excluir