Sinopse: "O Ensino Médio pode ser um inferno. Cam sabe o que é ser mal assombrado. Ele passou mais tempo no inferno do que qualque...

Sinopse:
"O Ensino Médio pode ser um inferno. Cam sabe o que é ser mal assombrado. Ele passou mais tempo no inferno do que qualquer anjo jamais deveria. E seu mais fresco inferno é o ensino médio, onde Lilith, a garota que ele não pode deixar de amar, está cumprindo uma punição por seus crimes. Cam fez uma aposta com Lúcifer: ele tem 15 dias para convencer a única garota que realmente importa para ele, a amá-lo novamente. Se ele for bem-sucedido, Lilith terá permissão para voltar ao mundo, e eles podem viver suas vidas juntos. Mas se ele falhar... há um lugar especial no inferno só para ele... TIC-TAC. Abra suas asas e chore com o anjo bad-boy. Cam finalmente revela seu coração angustiado na novo romance épico de Fallen, UNFORGIVEN!"


Prólogo
Cam fechou os olhos e viu. A parte de trás de seu cabelo vermelho embaralhado frouxamente em uma trança. Seus longos dedos acariciando as cordas de uma lira enquanto ela se inclinou contra uma árvore.
Ele nunca se deixou pensar nela. Por que ele estava fazendo isso agora?
"Isso pode está preso," uma voz familiar interrompeu seu devaneio. "Atire-me outro?"

Cam olhou para baixo através de uma janela quebrada rósea, na capela convertida Sophia Bliss havia usado como seu escritório quando ela veio a ser bibliotecária na Sword & Cross.

Uma menina com cabelo preto brilhante apareceu na capela abaixo. As asas de Arriane flexionadas quando ela balançou uma lata de tinta spray e levantou do chão, com o objetivo de ir ao canto na parede.

Sua mural contou com uma menina em uma floresta azul de incandescência. Ela usava um vestido preto magnificamente em camadas e olhou para um garoto de cabelos dourados que estendeu uma peônia branca.

"Luce e Daniel 4ever", Arriane havia pulverizado em letras cor de prata góticas ao longo do sino da saia da menina.

Atrás Arriane, um demônio de pele escura com dreadlocks estava acendendo uma vela de vidro de altura de Santa Muerte, o Santo da Morte, no local onde Sophia Bliss havia assassinado uma menina mortal, amiga próxima de Luce, Penn.

Anjos caídos não poderiam entrar santuários de Deus. No momento em que cruzassem o limiar, a casa de culto iria ficar em chamas, incinerando todos dentro mortalmente. Mas esta capela tinha sido de-santificada quando Sophia passou a residir lá. Ela era uma trans-eterna; sua presença anuladva a santificação.

Cam abriu as asas e desceu através da janela quebrada, aterrissando silenciosamente atrás Arriane.

- Cam. - Roland abraçou o amigo. - Que coincidência, encontrando-lo aqui.
- É isso? - Cam perguntou.
- Não, se você gosta carnitas. - disse Arriane e jogou a Cam um pequeno pacote embrulhado em papel alumínio. - Lembre-se do caminhão taco em Lovington? Eu tenho desejado isso desde que fugiu deste inferno. - Ela abriu seu próprio pacote de papel alumínio e consumiu o seu taco em duas mordidas.
- O que você está fazendo aqui? - Roland perguntou Cam.
- Eu deixei meu Les Paul no dormitório. - Cam encostou-se na coluna de mármore frio, esperando que seus amigos não iria pressioná-lo.

Roland assentiu com a cabeça. - Nós todos temos de encontrar novas maneiras de preencher a eternidade, agora que Luce e Daniel já se foram. - Ele fez uma pausa. - Será que o que aconteceu em Troy lhe deu, eu não sei ...
- Acho que a palavra que você está procurando é esperança . - Arriane agarrou um pequeno taco de Cam e comeu. - Se, depois de todos esses milhares de anos, Luce e Daniel pode ficar até o Trono e aproveitar um final feliz, por que mais alguém não pode? Por que não podemos?
- Final feliz - Cam repetiu, olhando através da janela quebrada. - É uma contradição em termos.
- Ouvir para nós. - Arriane tocou a cicatriz em seu pescoço. - O que nós três pássaros cansados ​​de rapina sabe sobre o amor? - Ela olhou de Cam para Roland. - Certo?
- O amor não é de propriedade exclusiva da Luce e Daniel - disse Roland. - Nós todos provamos. Talvez nós provemos novamente.
- Eu não. - Cam disse.

Arriane suspirou e bateu suas asas para subir alguns pés. Com barras hábeis de sua lata de tinta spray branco, ela acrescentou a dica sutil de asas acima dos ombros de Lucinda. 
- Às vezes eu me pergunto...
- O Quê? -  Perguntou Roland.
- Se vocês poderiam voltar e não estragar tão epicamente o departamento do amor, não é?"
- Qual é o ponto de querer saber? - Cam perguntou. - Rosaline está morto. - Ele viu Roland estremecer com a menção de seu amada perdida. - Tess nunca vai perdoá-la. - Cam acrescentou, olhando para Arriane. - E Lilith...

Lá. Ele disse o nome dela. Lilith era a única menina Cam nunca tinha amado. Ele pediu a ela para que casasse com ele. Ele não tinha feito isso por nada.
Lilith estava morta, também. Ela se matou ao largo da costa Lesbos há três mil anos.

Os mortais que cometeram suicídio foi direto para Lúcifer, não porque ele sempre quis, mas porque o Trono era muito rigoroso sobre as atitudes mentais positivas. Algumas vezes, Cam tinha chegado perto de pedir a Lúcifer para um vislumbre da alma de Lilith. Ele sabia que Molly tinha uma vez pedido ao diabo para vislumbrar o destino de um amigo no inferno. Que não preocupou Cam. Promoções com Lúcifer era um centavo de uma dúzia. O que o preocupava era o que um vislumbre de Lilith poderia fazer com ele.

Roland parecia estar lendo sua mente. - Você pode fazer o seu próprio caminho.
- Eu faço tudo meu próprio caminho. - disse Cam.
- É uma das suas melhores características. - disse Roland, olhando para Cam, em seguida, para as estrelas através do teto arruinado, em seguida, novamente. - Cam. - O olhar de Roland percorreram sobre as asas de Cam. Alarme brilhava em seus olhos. - Suas asas.

Perto da ponta da asa esquerda do Cam tinha um único e pequeno filamento branco.
Arriane ficou boquiaberta. - O que isso significa?

Era uma mancha branca no meio de um campo de ouro, mas isso forçou Cam a recordar o momento em que suas asas haviam mudado de branco ao ouro, quando ele voou para longe do amor de Lilith.

Cam tinha há muito tempo aceitou seu destino, mas agora, pela primeira vez em milênios, ele imaginou outra coisa.

E se...
Seria possível...

- Eu tenho que ir. - Ele estendeu suas asas. Uma luz dourada e brilhante inundou a capela. Roland e Arriane pulou para fora do caminho. A vela derrubando e quebrando, sua chama cada vez menor no chão de pedra fria.

Cam mirou o céu e perfurando a noite, foi em direção a força mais negra de todas.

Mensagem de Lauren Kate:
Eu nunca parei de pensar nele.

Eu amei Cameron Briel a partir do momento em que Luce havia descoberto ele na Sword & Cross. Eu nunca duvidei que Luce deveria terminarr com Daniel - em parte porque isso deixou Cam para mim, e para os muitos leitores que se apaixonou por ele também.

Ao longo dos últimos anos, você me perguntou: O que aconteceu com Cam?

Uma parte de mim deveria sempre saber que iria voltar para o meu personagem mais enigmático. Eu acho que você sabia disso também. Esta história é para você.

Unforgiven começa no momento em Cam desaparece do Êxtase . Leva-nos profundamente em seu coração. Ele irá reacostumar com um amor que ele tem tentado esquecer.

Unforgiven é uma história de rock and roll, uma história de segunda-chances, o lado do vilão da história (o vilão é sempre o herói de outro conto) e acima de tudo, um testemunho da experiência poderosa de amor.

Estou quase terminando de escrevê-lo e mal posso esperar para compartilhá-lo com você. Fique ligado para mais detalhes sobre a data de capa e release.

E não se esqueça de se inscrever para ser um super fã!

Com amor...
Lauren

Fontes:



Você pode gostar

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Cam namora comigo? Nunca te pedi nada kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir